Urologista: o que faz essa especialidade?

Você sabe do que o urologista cuida? Com tantas especialidades médicas existentes, é normal que a gente se confunda e não saiba muito bem qual especialidade procurar a depender do que estamos sentindo. 

Aqui vamos falar especificamente sobre a urologia. Entenda o que faz essa especialidade e quando procurá-la.

O que é Urologia

O urologista é o médico cirurgião especialista no diagnóstico e tratamento das doenças que acometem as estruturas do trato urinário (e de uma região chamada retroperitônio) que afetam tantos os homens quanto as mulheres. Além disso, o urologista também se ocupa das doenças que afetam o aparelho genital masculino – independente da idade.

Procedimentos e exames relacionados à urologia

Os órgãos e estruturas que o urologista tem como foco de atuação anatômica e de investigação na vigência de uma doença incluem:

  • Glândulas suprarrenais;
  • Rins;
  • Retroperitônio e região lombar;
  • Ureteres;
  • Bexiga;
  • Próstata;
  • Vesícula seminal;
  • Uretra;
  • Estruturas do assoalho pélvico;
  • Pênis;
  • Bolsa Escrotal;
  • Testículos;
  • Epidídimos.

Sendo assim, o urologista diagnostica e trata todas as doenças que acometem as estruturas acima, seja o tratamento via remédios e mudança de hábitos ou  cirúrgico, incluindo intervenções por via aberta, laparoscópica, robótica, endoscópica e métodos através de exames de imagem.

Para isso, o médico pode solicitar alguns exames complementares. Os mais comuns são os de sangue, para avaliar parâmetros bioquímicos relacionados com o trato genital e urinário, como creatinina, uréia, PSA, ácido úrico etc. Outros exames incluem:

  • Espermograma para verificar a quantidade e qualidade do espermatozóide de homens que investigam a fertilidade; 
  • Biópsia vesical ou prostática quando há suspeita de tumores na vesícula seminal ou na próstata;
  • Fluxometria para avaliar o fluxo urinário;
  • Uretrocistoscopia para visualização endoscópica da uretra e da bexiga;
  • Exames de imagem, como ultrassonografias e ressonância magnética.

Do que urologista cuida

Não seria possível listar todas as doenças que o urologista pode diagnosticar e tratar, porém as mais comuns e que mais levam as pessoas a buscar esse especialista incluem:

  • Infecções urinárias, como a cistite e a pielonefrite;
  • Tumores benignos e malignos das estruturas supracitadas;
  • Cálculos renais;
  • Estenoses nas vias urinárias;
  • Incontinência urinária;
  • Cistocele;
  • Hiperplasia prostática benigna;
  • Malformações renais e das vias urinárias;
  • Infertilidade masculina;
  • Ejaculação precoce;
  • Impotência sexual ou disfunção erétil;
  • DSTs;
  • Fimose;
  • Curvatura peniana.

Formação do urologista

Para um médico conseguir o título de urologista e atuar como tal, ele deve completar a faculdade de seis anos em medicina, seguido de 2 a 3 anos de residência em cirurgia geral e, por fim, a residência médica em urologia como uma subespecialidade cirúrgica, por mais 3 anos.  Ou seja, se trata de uma especialidade médica que exige 11 a 12 anos de formação.

O profissional urologista estuda na sua formação detalhes sobre a anatomia; a fisiologia; a fisiopatologia; a etiologia; a manifestação clínica; a nosologia; os métodos diagnósticos e os procedimentos terapêuticos clínicos e cirúrgicos dos órgãos e sistemas que compõem o sistema genital masculino e urinário de ambos os sexos.

Áreas de atuação

Apesar da urologia já se tratar de uma subespecialidade cirúrgica (conforme explicado acima), o urologista ainda pode especificar a sua área de atuação em diversos segmentos, como:

  • Andrologia;
  • Urologia pediátrica (doenças urológicas em crianças);
  • Endourologia (tratamento de doenças urológicas com o uso de endoscópico).

Quando procurar o Urologista

  Afinal, quando buscar o urologista? A resposta é simples: sempre que houver sintomas nas estruturas citadas acima ou que possam ser explicados pelas doenças tratadas pelo urologista, como dor e/ou aparecimento de lesões na genitália masculina; disfunções sexuais masculinas; exteriorização de órgãos pela vagina; dores ou mudanças anatômicas da bolsa escrotal etc.

Atenção: Vale ressaltar que a busca precoce pelo urologista pode trazer boas repercussões para a saúde do homem. Assim como as mulheres costumam visitar o médico ginecologista com frequência após a primeira menstruação e/ou após iniciar a vida sexual, os meninos adolescentes podem encontrar no urologista um médico que vai ajudá-lo a enfrentar o desenvolvimento sexual de forma segura e saudável. 

Onde encontrar

Para consultar o urologista com a Clínica Leve Saúde, basta agendar seu horário online clicando aqui. Se preferir, nossa equipe está disponível pelo número (21) 3952-4800.

 

Deixe uma Resposta