Otorrinolaringologia: o que faz essa especialidade?

Já ouviu falar sobre otorrinolaringologia? Com tantas especialidades médicas existentes hoje, é normal que a gente se confunda com a função de cada uma. Aqui vamos falar especificamente sobre a otorrinolaringologia, o que faz esse especialista e quando devemos procurá-lo.

O que é otorrinolaringologia?

De origem etimológica grega, em que “oto” significa orelha; “rino” nariz e “laringo” garganta, a otorrinolaringologia se trata de uma especialidade médica clínica e cirúrgica, responsável por investigar e tratar doenças que acometem ouvidos, nariz, seios da face e/ou garganta. Esse especialista também pode direcionar sua atuação para estruturas relacionadas a essas, como a cabeça e o pescoço. 

Popularmente conhecido como otorrino, esse especialista pode atuar com adultos e crianças, podendo prescrever tratamentos clínicos, realizar cirurgias ou mesmo de reabilitação.

Qual a formação do otorrinolaringologista

O médico que deseja atuar como otorrinolaringologista deve completar os seis anos de graduação em medicina e realizar pelo menos três anos de residência médica em otorrinolaringologia.

Posterior à residência é possível realizar uma sub-especialização em áreas específicas, que incluem:

  • Imunoterapia: enfoque em doenças alérgicas;
  • Cirurgia plástica: cirurgia estética ou funcional na região de face, pescoço e orelhas;
  • Oncologia: enfoque em tumores na cabeça, pescoço nariz e/ou garganta;
  • Rinologia: enfoque em doenças que acometem o nariz e/ou seios nasais, como as sinusites;
  • Laringologia: enfoque em doenças que acometem a garganta e cordas vocais;
  • Otologia e neurotologia: enfoque em doenças que acometem o aparelho auditivo, incluindo inervação local responsável pela audição e equilíbrio;
  • Otorrinolaringologia pediátrica: enfoque no público infantil, incluindo doenças congênitas e/ou problemas de formação e desenvolvimento.

Procedimentos relacionados à otorrinolaringologia

Além das cirurgias que podem ser indicadas e realizadas pelo otorrinolaringologista de acordo com cada caso, diversos procedimentos e exames podem ser realizados no próprio consultório do especialista, como:

  • Retirada de cerúmen (a famosa cera de ouvido) através da limpeza de ouvido;
  • Nasofibrolaringoscopia para visualizar região interna do nariz, seios da face e garganta;
  • Cauterização nasal para interrupção de sangramentos nasais;
  • Audiometria para conferir nível mínimo de intensidade sonora que o paciente percebe em cada ouvido;
  • Drenagens necessárias de abscessos em garganta nariz ou orelhas;
  • Retirada de corpos estranhos de nariz, amígdalas, ouvidos ou garganta;
  • Laringoscopia para visualização de cordas vocais e garganta, geralmente utilizada para investigação de doenças que acometem a voz e/ou a deglutição.

O otorrinolaringologista ainda está qualificado para fazer biópsia de lesões de boca, nariz e ouvidos; teste da orelhinha em recém nascidos; videolaringoscopias, videonasoendoscopias e videonistagmoscopias.

Quais doenças o otorrinolaringologista costuma tratar

Não seria possível listar todas as doenças que o otorrinolaringologista pode diagnosticar e tratar, porém as patologias mais comuns e que costumam levar as pessoas a buscarem o otorrinolaringologista incluem:

  • Rinite (aguda e crônica);
  • Sinusite (aguda e crônica);
  • Desvio de septo nasal;
  • Polipose nasal;
  • Apneia;
  • Surdez;
  • Otites  (aguda e crônica);
  • Faringoamigdalites (aguda e crônica);
  • Paralisia facial;
  • Dificuldade para engolir e/ou vocalizar;
  • Labirintite e investigação de tontura.

Onde encontrar

Para consultar o otorrinolaringologista com a Clínica Leve Saúde, basta agendar seu horário online clicando aqui. Se preferir, nossa equipe está disponível pelo número (21) 3952-4800.  Aqui garantimos um atendimento de qualidade, com agendamento próximo e com um valor cabe no seu bolso. Conte conosco!

Deixe uma Resposta