Alergias do inverno: Saiba como evita-las

No inverno, os ácaros e os fungos, relacionados com a umidade, são as principais causas de reações alérgicas. Com o frio, existe uma tendência para aumentar a temperatura nas casas, existindo uma falta de ventilação da casa, uma vez que as janelas pouco se abrem. E, assim, a quantidade de ácaros e fungos aumentam.

Asma e rinite alérgicas estão entre os problemas que mais atingem a população.

Espirros, olhos inchados, pingo no nariz e comichão no nariz ou na pele são alguns dos sintomas de alergia mais comuns no inverno.

É necessário adotar algumas medidas para ajudar no tratamento, e até mesmo evitá-las.
Beba bastante líquido;
Não fume;
Coma legumes, verduras e frutas;
Tente respirar pelo nariz. As narinas filtram e aquecem o ar antes dele entrar no sistema respiratório;
Evite tapetes, carpetes e bichos de pelúcia;
Tenha móveis com bordas simples, de limpeza fácil;
Faça a manutenção do ar condicionado;
Troque as roupas de cama semanalmente;
Troque os travesseiros uma vez por ano. Prefira os modelos com espuma inteiriça;
Encape travesseiros e colchões com capas antiácaros;
Limpe a casa diariamente com água, sabão e produtos de limpeza sem amoníaco. Não usar vassouras e espanadores, nem aspiradores de pó que não tenham filtros para reter partículas pequenas.

Alergia é algo muito sério. Se você estiver com coceira intensa, tosse crônica noturna, espirros repetidos e olhos lacrimejando, não tome remédios por conta própria e procure um médico especialista para melhor diagnóstico clínico.

Deixe uma Resposta